Meta-Padrões

Ao invés da sequência linear de informações apresentada na linguagem falada e escrita, o cérebro humano se beneficia de estruturas gráficas 2D para processar e usar informações para a resolução de problemas. Depois do revolucionário trabalho de George Lakoff, as metáforas deixaram de ser meras figuras de linguagem e ganharam status de ferramentas de apoio à tomada de decisão. As quatro matrizes perinatais de Stanislav Grof são uma excelente demonstração de significados paradoxais conectados para a metáfora do container – o útero, que persegue os mamíferos ao longo de suas vidas.


O conceito de metapadrões foi concebido por Gregory Bateson como uma maneira de explorar as conectividades fundamentais do mundo fenomenológico.


Metapadrões enquanto padrões que conectam se tornam conexões funcionais e plenas de significados. Metapadrões são usados como descritores metafóricos em diversos contextos.


Apesar de significados específicos serem associados com a aparência dos metapadrões em diferentes contextos, sentidos mais fundamentais são compartilhados entre contextos, sem nenhuma conexão causal.

 Coppe 50 poli logo nova       PEP mini             logo.po